Seminário de curta duração no Círculo Psicanalítico do Rio de Janeiro (CPRJ):

Seminário de curta duração no Círculo Psicanalítico do Rio de Janeiro (CPRJ)

Tema: Uma concepção Psicanalítica da violência e do totalitarismo como  reatividade ao trauma: tecendo ideias a partir de Winnicott, Kohut e Alice Miller.

Sinopse:

A violência hoje se faz presente em práticas sociais centradas em dinâmicas mercadológicas que invadem as instituições, as relações e as famílias, atingindo o sujeito tanto em etapas precoces de sua constituição psíquica quanto em momentos mais   tardios de sua vida: trata-se de uma normatividade performática, consumista e excludente prevalente em nossa cultura que ignora e invalida maciçamente as necessidades afetivas. Trata-se também, por outro lado, da defesa fanática de ideais políticos pretensamente civilizatórios, mas  que não toleram diferenças e questionamentos. A violência também se manifesta dolorosamente na reação de pessoas que tem sido maciçamente privadas de seus suportes sociais e relacionais, e que com seus gestos disruptivos tentam desesperadamente ser vistas e valorizadas por um outro que as reconheça.

O curso pretende percorrer as concepções desses três autores acima mencionados que tem como característica comum a ideia de que a violência e seus derivados políticos totalitários, embora muitíssimos presentes na história humana, não se baseiam em manifestações pulsionais primárias, mas surgem como consequência de forças vitais  que não puderam ser acolhidas pelo ambiente . Que ferramentas podemos derivar daí para  pensar a clínica e o social hoje? .

Encontros quinzenais às quintas feiras entre   12:00 às 13:45  horas:

7 encontros: Início: dia 11 de abril

Coordenadora: Beatriz Gang Mizrahi

Permite a participação de  pessoas interessadas  não pertencentes ao Círculo desde que mediante  inscrição prévia.

Informações e inscrições na secretaria do CPRJ (Telefone:2286-6922).